Segunda, 06 de Dezembro de 2021 03:40
92 99493-8169
Senado Federal Senado Federal

Senadores destacam Dia do Professor e cobram melhores condições para a profissão

O Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro, foi lembrado por vários senadores nas redes sociais. Eles parabenizaram os professores, defenderam...

15/10/2021 16h55
35
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Camila Domingues/Palácio Piratini
Camila Domingues/Palácio Piratini

O Dia do Professor, comemorado em 15 de outubro, foi lembrado por vários senadores nas redes sociais. Eles parabenizaram os professores, defenderam mais investimentos na educação e cobraram melhores condições de trabalho para esses profissionais.

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) lembrou que a data de 15 de outubro foi escolhida por ser aniversário de uma lei imperial de 1827, que estabeleceu o ensino fundamental no país. Ele também recordou que o Dia do Professor se tornou uma data nacional devido a um decreto de 1963. Izalci declarou que “investir na qualificação do professor e em uma remuneração digna ao docente é garantir uma educação de qualidade aos nossos descendentes e um futuro promissor às próximas gerações”.

Ao destacar a estimativa de que há no Brasil mais de 2,6 milhões de professoras e professores, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) ressaltou que “são essas pessoas as responsáveis por transformar a vida de milhões de brasileiros”. Ele disse que “é por meio da educação que a gente liberta, forma cidadãos e promove a transformação da sociedade”. Além disso, o senador pediu mais respeito, mais dignidade e melhores salários para os professores.

— Vocês [professores] são parte essencial do projeto de transformação social pela educação — afirmou Jean Paul em vídeo divulgado por sua assessoria.

O senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) parabenizou os professores e frisou que a dedicação deles “faz toda a diferença”. Segundo Heinze, o professor “aprende para ensinar, ensina para viver, vive para educar”. O senador Marcio Bittar (PSL-AC) também prestou uma homenagem a esses profissionais; ele declarou que o Dia do Professor é “importante para todos nós”. O senador José Aníbal (PSDB-SP) lembrou que “todos os profissionais têm algo em comum: o professor”, além de salientar que “a educação é o único caminho para combater desigualdades sociais e garantir oportunidades mais justas a todos”. 

Jaques Wagner (PT-BA) prestou uma homenagem “a todas as mulheres e todos os homens que se dedicam à missão de educar e que diariamente trabalham na perspectiva de uma educação inclusiva, acessível, libertadora e capaz de transformar vidas”. Para o senador, “lutar pela valorização e dignidade dessa categoria, tão essencial a todos nós, é um dever permanente de toda a sociedade”. O senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) parabenizou “todos os professores, que têm a nobre missão de conduzir crianças e jovens, preparando-os para serem os homens do futuro”.

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) registrou sua gratidão aos professores “pela dedicação diária, de forma presencial ou à distância, nestes tempos tão difíceis”. Segundo ela, os professores “merecem mais respeito, valorização salarial e melhores condições de trabalho”. Ela ainda prometeu continuar lutando pela educação no Congresso Nacional. Na visão do senador Paulo Rocha (PT-PA), “mesmo com tantas dificuldades enfrentadas neste governo, nossos mestres e mestras não desistem da labuta diária de ensinar e transformar vidas”. Ele afirmou que “continuamos, juntos, na luta em busca da valorização desses profissionais, dignos de respeito e admiração”.

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) desejou “muita saúde, prosperidade e conquistas” para todos os professores. Ele publicou uma foto de Maria José Bossolan, sua professora do primário na Escola Municipal Rodrigues Alves, em Maringá (PR). Já o senador Telmário Mota (Pros-RR) afirmou que, em seu mandato, tem procurado destinar mais recursos para a educação. Ele também disse que investir na educação significa respeitar e valorizar os professores. Segundo Telmário, todo dia “valorizar e homenagear quem ensina”.

De acordo com o senador Dário Berger (MDB-SC), a educação é a base de tudo. Ele declarou que “o futuro da nação passa pela valorização dos nossos professores, para que tenhamos um ensino de qualidade”. Também disse que “a valorização desses profissionais, com remuneração e estrutura adequadas, com investimento para sua formação continuada e, sobretudo, respeito, são essenciais para garantir um ensino de qualidade para nossas crianças e jovens, que representam a esperança de um futuro mais próspero”.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) prestou uma homenagem “para essa heroína pouco reconhecida pelo seu ato de bravura”, referindo-se à professora Helley de Abreu Silva Batista, de Janaúba (MG), que morreu em 2017 ao proteger crianças em uma creche após um ex-funcionário invadir e atear fogo no local. “Aos familiares da mestra Helley de Abreu Silva Batista, minha gratidão e enorme orgulho”. O senador Humberto Costa (PT-PE) também foi às redes sociais para desejar um “feliz Dia do Professor”. Ele ainda fez uma homenagem ao ex-ministro da Educação Fernando Haddad, seu colega de partido.

Para o senador Paulo Paim (PT-RS), o Brasil precisa de mais investimentos em educação. Da forma como está, afirmou ele, o país está retrocedendo. O senador disse que os professores precisam ser valorizados com salários dignos; segundo Paim, o piso salarial dessa categoria no Brasil é o mais baixo entre uma lista de 40 países. O senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou que os professores são os profissionais quem têm o poder de transformar vidas diariamente: “Professores, obrigado por nos conduzirem pelo caminho do conhecimento e de novas descobertas”.

Professores

Muitos senadores destacaram o fato de terem formação de professor. É o caso do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ele pediu que haja maior valorização dessa profissão e disse que “só por meio da educação vamos conseguir transformar a nossa realidade”. O senador lamentou os ataques que a categoria tem sofrido, principalmente pelos governos, e disse que é preciso fazer uma proclamação de amor à profissão.

— O professor não é aquele que somente transmite conhecimento. O professor é aquele que inspira. Como professor, tenho muito orgulho da minha profissão — afirmou Randolfe em vídeo publicado em sua conta no Twitter.  

O senador licenciado José Serra (PSDB-SP) ressaltou que os professores desempenham o papel fundamental de formar gerações. “Também sou professor e admiro o ofício. Exerci a profissão durante meu exílio, no Chile e nos Estados Unidos, e assim que voltei ao Brasil dei aulas na Unicamp [Universidade Estadual de Campinas]”, acrescentou Serra. A senadora Simone Tebet (MDB-MS) registrou que, “com grande orgulho”, começou sua vida profissional como professora. “Ensinei e também aprendi muito em sala de aula. Parabéns a todos os professores que carregam o dom de se reinventar nas adversidades e responderam à pandemia com tanta criatividade, resiliência e perseverança”, declarou Simone.

O senador Rogério Carvalho (PT-SE), que é professor universitário, também destacou o Dia do Professor e reafirmou seu compromisso com a educação e a Universidade Federal do Sergipe (UFS). O senador Esperidião Amim (PP-SC) lembrou que é professor desde 1968. Ele parabenizou esses profissionais e pediu união a favor da educação de qualidade. O senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR) afirmou que já ocupou várias e diferentes funções durante sua vida, mas nenhuma delas o fez mais feliz do que a de ser professor por muitos anos. “Hoje, não posso deixar de abraçar todos meus colegas”, registrou ele.

Também professor, o senador Fabiano Contarato (Rede-ES) afirmou que a celebração do Dia do Professor “mostra nossa admiração por todos os professores que colocam todo o seu amor na sala de aula, mesmo sem o reconhecimento devido”. Ele parabenizou os colegas de profissão, “que não desistem de transformar vidas”, e cobrou mais valorização para o professor brasileiro.

Projetos

Um projeto de lei do senador Sérgio Petecão (PSD-AC) propõe isentar do Imposto de Renda (IR) a remuneração de professores de todos os níveis (PL 3.018/2021). Petecão diz esperar que a medida contribua para o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) para a valorização salarial desses profissionais. Ele argumenta que a solução para o problema educacional brasileiro passa pela intervenção pública; para o senador, cabe ao poder público viabilizar mecanismos de incentivo à adesão ao magistério. A matéria ainda não começou a ser discutida.

Em junho passado, o Congresso Nacional derrubou o veto (VET 10/2021) do presidente Jair Bolsonaro ao PL 3.477/2020, projeto de lei que garante acesso à internet, com fins educacionais, a alunos e professores da educação básica pública. O projeto, relatado no Senado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), foi transformado na Lei 14.172, de 2021, que determina o repasse de R$ 3,5 bilhões da União para estados, Distrito Federal e municípios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 20h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (07/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Quarta (08/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias