Quarta, 25 de Maio de 2022
25°

Poucas nuvens

Itacoatiara - AM

Esportes FUTEBOL

Robinho é condenado a 9 anos de prisão por estupro coletivo na Itália | Portal R5

.

20/01/2022 às 07h05
Por: Portal R5 Brasil Fonte: RN Notícias
Compartilhe:
Foto/produção
Foto/produção

A Justiça Italiana condenou, em última instância, o jogador Robinho e seu amigo, Ricardo Falco, a nove anos de prisão pelo crime de estupro. A sentença vai sair em 30 dias.

Os advogados de defesa apresentaram hoje (19) o último recurso que foi negado pela corte italiana. O jogador brasileiro e o amigo não poderão ser extraditados para a Itália.
Entenda o caso

A vítima é uma jovem natural da Albânia, e o caso aconteceu em uma boate de Milão chamada Sio Cafe, em 22 de janeiro de 2013, quando Robinho jogava pelo Milan.

Ela relatou que foi dançar com um dos envolvidos que ainda tentou beijá-la, mas a mulher passou mal e foi levada para fora da boate. Em seguida, o acompanhante a levou para o camarim do músico Jairo Chagas, muito conhecido no país.

Lá o acusado seguiu com os assédios mesmo vendo que ela sequer conseguia ficar de pé. A moça conta que lembra de ter ficado sozinha no camarim por alguns minutos e em seguida, chegou Robinho junto com o amigo.

Segundo a vítima os dois mantiveram relações com ela (oral e penetração), ela chegou a ouvir o jogador pedindo uma camisinha e pouco depois ela “apagou”. Um tempo depois, ao acordar, ela se viu cercada pelos homens e percebeu que havia sido estuprada por eles. Ela se desesperou, chorou e chegou a ser consolada por um dos estupradores. Em seguida foi levada do local pelo grupo no carro de Robinho. Em determinado trecho do caminho, foi transferida para o carro de Ricardo Falco, também envolvido no caso.

Dias depois, a mulher entrou em contato com um dos amigos por mensagens e avisou que ia procurar a polícia. Depois disso, os amigos chegaram a combinar versões que dariam em depoimento para desacreditá-la.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias